Baixar apostilas concursos professores

Atenção professor: Quer passar em concurso público? Então baixe a
apostilas especial.

Inscrição concursos professores

 Professor: Faça sua inscrição para concursos públicos agora - Municipal, Estadual ou Federal?

Provas anteriores concursos professores

Provas anteriores para concursos de professores: Todas as disciplinas.

O que cai nos Concursos para professores

 Todas as matérias que caem.
Saiba e estude.
 

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Análise do Saerjinho no 1º bimestre de 2011.

Hoje, 13/04 , aconteceu a primeira avaliação diagnóstica, denominada oficialmente de SAERJINHO. Os professores agora terão de fazer o gabarito.

O que vi do SAERJINHO foi uma completa falta de  organização. Se bem que, pelo que temos visto acontecer com o ENEM nos últimos anos, o que houve com o SAERJINHO não foi nenhuma surpresa.

- Os professores terão de fazer não um, mas quatro GABARITOS por turma, pois hoje nos deparamos com quatro provas de formatos diferente por série. Ok que as questões são as  mesmas, mas terão de ser organizados de  quatro formas diferentes, o que equivale a fazer quatro gabaritos. Isso para quem leciona para apenas uma série, pois quem tem turmas de séries diferentes, terá de multiplicar por quatro cada série.

- Está do documento em PDF no site da  SEEDUC a informação de que teríamos um fiscal para cada três turmas. No colégio onde apliquei a prova havia uma fiscal apenas, responsável por 18 turmas. O detalhe é que ela me falou que será remunerada por apenas três turmas, porém teria de preencher os relatórios de todas as 18 turmas... Uma papelada imensa. Confesso que fiquei com dó dela. Nem preciso dizer que não havia o que ela fazer para atender a todas as  18 turmas. Foi cada professor por si, resolvendo o que era possível...

- Isso sem falar que os cartões eram nominais e constava neles a prova que o aluno deveria fazer. Como os professores pegavam os pacotes e iam para as salas sem informação alguma, houve uma confusão imensa com cadernos de  provas trocados, tendo de ser devolvidos...

O que estou contando aqui não é informação privilegiada e não aconteceu só na escola onde fui hoje. Entrando nas comunidades de professores que existem no ORKUT é possível conferir muitos outros relatos de professores sobre. a falta de organização que a SEEDUC demonstrou na execução do SAERJINHO.

- Ah, e ouvi de  aluno, que terminou a prova bem rapidinho, que não estava nem aí, pois o SAERJINHO não vai avaliar eles, mas sim os professores.

Agora só nos resta esperar para ver no que vai resultar isso tudo.

32 Comentários:

Anônimo disse...

Concordo com tud que foi falado e ainda acrescento o fato de achar um absurdo que,além do professor de mat e port tomar conta da turma, ter que fazer o gabarito, ainda ter q corrigir as provas de suas turmas (essa correção podia ser coletiva, todos os professores juntos)!!

O pior é que no final do ano, a gratificação é igual para todos, sendo que o trabalho não foi o mesmo!!

Abraços

Anônimo disse...

Caros colegas,o problema se repetiu em todas as nossas escola! Alunos não querendo fazer a prova com dedicação, pois dizem:" Essa prova ai é pra dá dinheiro pros professores e pra escola" Somos avaliados pela nota do aluno e ainda teremos que postar o gabarito para depois o gabarito oficial ser lançado. Querem nos testar, não o aluno!!!
AAAAAAAAAAAAAAAAAiiiii!!! Que raiva!!!!
Fora que o conteúdo do SAERJinho não está de acordo com o currículo mínimo!!!
Bom tenho muito serviço até amanhã, fazer 8 gabaritos, corrigir 300 provas e mais o que mesmo?? Lecionar em uma sala com APENAS 40 ALUNOS/TURMA!!!!
BJOKAS!!!

Anônimo disse...

Confirmo tudo e ainda relato que a fiscal (pelo menos a fiscal que tomou conta de 3 turmas no colégio em que leciono) não estava preparada, pois como não esperávamos o que iria vir ela informou aos alunos que o nº que estava no cartão de resposta estava errado e que era para trocar de acordo com o nº q estava fazendo a prova ... e qdo peguei a folha amarela com as informações perguntei se não era do jeito que estava ali escrito e ela virou e disse: "Foi assim que estavam fazendo mais cedo" e então eu a perguntei se ela havia tido treinamento para ser fiscal e ela disse que não! Putz, o que eu estava fazendo diante de uma turma? Avaliando-os? O que me pareceu é que estamos sendo avaliados ... Além de não receber nada por isso!

Até antes da aplicação do SAERJINHO, estava contente pela intervenção do estado em querer se mobilizar para localizar e melhorar o ensino no RJ, mas não parece que eles culpam os alunos por isso, parece-me que eles nos culpam! Para isso é que eles estão avaliando o nosso grupo ... mas diante desse fato, passo a perceber que a educação sempre vai prevalecer quem tem MAIS !!!
"... e o motivo todo mundo já conhece, é que o de cima sobe e o debaixo, desce!!! ..."

Bom, então devido ao desempenho de cada escola será oferecida uma certa gratificação aos professores desta escola!!! Que ideia ótima!!! Para que os professores deem o seu melhor em sala de aula!!! Ótimo!!! Mas para tanto dinheiro em caixa, por que não aumentar o salário base dos professores??? Somente aqueles que tiveram um bom desempenho terão mais oportunidades de se desenvolver intelectualmente (pois terão mais R$ para gastar com sua educação, por exemplo, comprando mais livros!) enquanto os que não tiveram um bom desempenho permanecerão estagnados com os R$ 500,00 de "auxílio", que ainda nem chegou!


Grande abraço a todos!!!
A.F.

Anônimo disse...

Pior foi a postura de algumas diretoras que revoltadas, nem se deram ao trabalhado de ler nada sobre o assunto, tomando uma posição de que "não tenho nada com isso" e como ninguém tava bem preparado mesmo, foi uma grande confusão de quem ia fazer o quê. Pelo menos apoiar seus professores! Uma vergonha!

PDV

Anônimo disse...

Sou professora "que está sendo avaliada" - de Português, e gostaria de trocar informações sobre o gabarito da 2ª série e 3ª série do Ensino Médio. Alguém já tem o gabarito???
Obrigada!!!
A.J

Anônimo disse...

Carríssimos colegas,
Concordo efetivamente com tudo dito acima! É um absurdo o total despreparo do Estado. E o pior, a maioria dos alunos não estavam interessados nessa avaliação, presenciei vários alunos marcando o cartão com a prova fechada, isso mesmo, prova fechada. Infelizmente no site da SEEDUC tem a seguinte informação:"...Resultados



Os resultados, que serão disponibilizados online, vão apontar a eficiência e a qualidade do trabalho desenvolvido em cada unidade escolar e serão aproveitados nas diversas instâncias do sistema de ensino. Com este retrato será possível fortalecer as práticas pedagógicas e realizar intervenções tanto de reforço na aprendizagem como de capacitação dos docentes.
O Saerjinho é mais uma ação do Programa de Educação do Estado, que pretende melhorar a educação da rede e colocar o Rio de Janeiro em uma das cinco primeiras posições no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) até 2014."
E eles querem avaliar a eficiência e a qualidade do nosso trabalho????Faça-me um favor!Precisamos de uma intervenção séria no ESTADO DO RIO DE JANEIRO!!
Att,
M.V.

Zeluiz disse...

Em minha escola tudo correu razoavelmente bem. É claro que devíamos estar mais preparados por informações da SEEDUC. Realmente, não sabermos previamente que os Cartões de Respostas eram personalizados e se destinavam especificamente a um dos 4 modelos de avaliação foi uma crueldade.
Mas, sinceramente, saio de mais esse compromisso com o sentido de dever cumprido.

Anônimo disse...

Também estou "sendo avaliada" em Português. Gostaria de saber se alguém tem o gabaruti da prova da 1a série para avaliar.
Grata
Rose

Anônimo disse...

Olá a todos,
Seremos avaliados pelo "uni duni tê"(acho que é assim- já vou perder pontos na avaliação). Este foi o método utilizado por grande parte dos alunos, pois acham tudo chato e, principalmente, não querem compartilhar com o "aumento dos professores".
Por perceberem a desorganização : falta de fiscais, provas nominais e específicas sem que as pessoas que iriam aplicar a prova terem conhecimento(somos sempre os últimos a saber!)e a falta de interesse no "saber" (como muitos dizem: só querem o papel e/ou minha mãe me obriga a estudar), não consigo enxergar este primeiro momento do "saerjinho" como avaliação de nada!
Fico no aguardo agora de meu "suposto" aumento de salário ou de minha ida para a "escolinha" (será a do Professor Raimundo?) .
E o salário ó ...
Felicidades a todos
Profª Helena

Anônimo disse...

Boa tarde! fui fiscal do Saerjinho e confeço que tudo que foi passado pelo o vídeo, nem tudo vivemos houve muita desorganização desde da chegada das provas que estavão lacradas e com instruções de aplicações dentro do envelope até aos diretores que estavam não sabiam de nada, e se sabiam achavam que os fiscais teriam que resolver tudo mais também ,nós não tivemos nenhum tipo de treinamento, especificadoscom relação de aplicação de provas totalmente fora de nossas atribuições, só o video e uma apostilhas que tivemos que imprimi- la para obtermos mais informações, coitados dos professores que tudo que podiam fazer erá insentivar os alunos a fazerem as provas pois as suas orientações estavam dentro do envelope lacrado, as provas eles que tinha que observar que o cartão dos alunos não estavam batento hove muita desorganização e nos fiscas vamos receber só daqui a 70 dias o valor de R$ 50.00 por todo aquele stress e desoganização por horas de cansaço e descaso, uma conhecida teve que ficar com 7 turmas se não haveria as provas, o Ministério Púlblico deveria agir em favor, do enisno púlblico que está uma vegonha e em favor de nós que trabalhamos e se bobear não iremos receber nada, o estudo do Rio de Janeiro está uma vergonha em relação a Educação, coitado desses professores do Estado e Municipio eles vivem numa vergonha, li dar com os alunos mal educados, a maioria é assim infelizmente tem que amar muito esta profissão pois os Governantes não está nem aí, quem tem condições de pagar um colégio se sinta préviligiado.

Anônimo disse...

Realmente eu também presenciei tudo isso e concordo plenamente com tudo que foi escrito no blog além do mais vi alunos que não teveram tempo nem pra ler as questões por isso chutuou várias,sei disse pois ouviu uma menina falando sobre isso.Essa prova foi um maior desrespeito para com os alunos e professores pela falta de organização(infelizmente cada vez mais presente nas provas do governo)e também pela cobrança de matérias que não foram solicitadas no currículo minímo.

Anônimo disse...

Pessoal,
Nós, sinceramente, podiamos esperar o que?
Como já dizia um cara:
""Este país não pode dar certo. Aqui prostituta se apaixona, cafetão tem ciúme e traficante se vicia" (Tim Maia)
Estão "emburrecendo" os professores, pois esses, atolados de trabalho, não tem tempo para ter cultura como ir a cinema e teatro (nem dinheiro para isso mais tem), não tem tempo para fazer cursos paralelos e ser remunerado por isso, não tem tempo para a família, e não tem... não tem tudo... não tem nada!
Esse país nunca vai valorizar a educação, pois sabemos todos que não não é esse o interesse da elite governante, há muito se esbaldando e rindo dos "bobos da corte" ou "palhaços" (que hora somos transformados por esses governantes que cada dia mais enchem os próprios bolsos). Acordem!!! Somos trouxas sim, esperançosos de que um dia melhore essa calamidade e nunca isso acontece. Quem sair por último, apague a luz!
Abraço a todos.

Anônimo disse...

O Seeduc pretende criar meio de produção com a Educação

O professor esta sendo usa como mais um no sistema da seeduc. O papel do professor hoje se iguala ao meio de produção: é um “profissional alienado”, pois corrige provas que não elaborou (se elaborasse verificaria as necessidades e diversidades da turma), tendo que fazer gabaritos pra direção em tempo recorde (dois dias).
O saerjinho tem 52 questões, divididas em português e matemática. Assim os professores terão de fazer horas extras pra da conta de todas as provas...ufa...até me cancei...
Tem colégios fazendo sistema de multirão, onde vários professores e funcionários ajudam na correção. “Todos pela educação”, rumu ao “Décimo quarto ou quinto” salário...irônico...igualzinho nas empresas quando o patrão pretende jogar um profissional contra o outro, pra desarticula-los....
É isso, a secretaria quer exatamente uma desarticulação, gratificando uns e não outros...
Professores fiquem atentos pois querem nos deixar “ALIENADOS”...
Não podemos aceitar isto....pois com que cara, ou moral, poderemos ensinar nossos alunos a ter uma consciência critica diante do mercado ou do capitalismo...
Não somos valorizados e ainda sim querem nos explorar....!!!!
Segundo o sepe:

A categoria decidiu em assembléia realizada no dia 12 no Clube Municipal da Tijuca que nenhuma professora poderá ser obrigada a confeccionar gabarito e corrigir as provas do Saerj, que começaram hoje (13/04/2011) na rede estadual.

A Seeduc não pode exigir que as professoras realizem tarefas que fujam à sua função! A assembléia do Sepe considerou esta exigência um desrespeito à categoria, que ainda por cima ficaria sob a supervisão de um fiscal!

Assim, o Sepe é contrário a toda forma de avaliação exclusiva e meritocrático.

Orientamos também que qualquer coação ao profissional deve ser denunciada ao Sepe no fone 21950450 ou no email imprensa@seperj.org.br.
Sexta-feira, 15 de Abril, 2011.

Anônimo disse...

Raquel você esta desenvolvendo um bom papel dando espaço para os professores deixarem suas criticas e trocarem ideias...
O professores a hora de sermos ouvidos é agora....estamos perto da copa e das olimpiadas...tudo que sai na impressa é vista pelo mundo...é hora de gritar

Karla - RJ disse...

Gente, todo ano a mesma palhaçada. Uma colega de Matemática me disse que as questões são as mesmas do Saerj do ano passado. Eu, como nunca tinha aplicado a prova, pois não concordo com a avaliação e também soube que eles demoram séculos para pagar, apliquei no terceiro ano. O meu "fiscal" não sabia nem como preencher a planilha que avaliava a escola... como levar a sério um processo destes? Não estou nem aí... Ah! Minha aluna disse que não leva a sério o Saerj porque o que a faz passar de ano são as provas do colégio e não a avaliação do governo. Comentário sábio para quem tem 18 anos. E, aliás, nem pensem que vamos ganhar algo com isso. No fim das contas eles vão dizer que ninguém se saiu bem na avaliação. Já vi este filme quando implantaram o Nova Escola.

Fabiano de Araujo Pinto disse...

Colegas, Resolvi no meu colégio as três provas referentes ao 1°, 2° e 3° anos do Ensino Médio. Abaixo os gabaritos e os respectivos códigos:

1° ano (CÓDIGO C1002):

1-D
2-B
3-A
4-C
5-D
6-B
7-A
8-B
9-C
10-A
11-B
12-C
13-A
27-A
28-D
29-A
30-C
31-A
32-C
33-B
34-D
35-A
36-C
37-D
38-D
39-A

2° ano (CÓDIGO C 1101):

14-A
15-E
16-C
17-E
18-A
19-D
20-E
21-D
22-B
23-A
24-D
25-D
26-A
40-C
41-A
42-B
43-A
44-C
45-E
46-B
47-E
48-D
49-D
50-C
51-A
52-C

3° ano (CÓDIGO C1201):

14-A
15-B
16-D
17-A
18-D
19-C
20-E
21-B
22-D
23-C
24-B
25-D
26-B
40-A
41-B
42-A
43-D
44-C
45-B
46-D
47-E
48-C
49-C
50-A
51-C
52-E

obs.: Cuidado na questão 25 onde João registra sua movimentação financeira. Notem que há dois registros no dia 12/01 que somados ( 205,00+ 245,00) resulta na maior saída de dinheiro (DÉBITO) que aconteceu então no dia 12/01 (RESPOSTA: Alternativa D).

Abraço a todos,
Fabiano (Itaperuna-RJ)

Anônimo disse...

Raquel e professores,

A cada dia fico mais indignada com o que o nosso Governador tem feito com a nossa classe. Estou trabalhando como tal a menos de 2 anos no Estado e confesso, nunca me senti tão desvalorizada na minha profissão. Não estudei para isso, não estudamos para isso. Deveríamos lutar mais pelo o que ainda acreditamos, ou será que não acreditamos mais na educação em nosso país e acabamos acomodados? Se aceitamos, então estamos compactuando com eles. Isso é certo?
O que o Estado está fazendo é ridículo! Concordo com todos os comentários acima e penso que devemos gritar sim, nos unirmos mais e pararmos de vez com essa ditadura na educação. Sim, o que estou vendo é isso. O Estado quer resultados para mostrar à sociedade e coloca toda a respondabilidade em cima do professor, metas que são nada mais que abusos, mas esquece que para o nosso aluno de ensino médio aprender deveria ter tido uma base anterior, no ensino fundamental. Sou professora das 3 séries do ensino médio e meus alunos chegam na escola, na 1ª série sem saber interpretar questões, verdadeiros analfabetos funcionais. Como ensinar mais se eles não sabem o básico? IMPOSSÍVEL! E agora o estado quer que façamos mágica para eles aprenderem? Só vejo uma saída para isso, GREVE GERAL, a sociedade tem que nos ouvir. Somente uma verdadeira greve, aquela nunca jamias vista, fará com que as coisas possam mudar. Temos que nos valorizar!!!!!!

Anônimo disse...

Fui fiscal em colégio, e percebi como está pessima a educação em nosso país. Afinal, os professores não sabem nem ler, como podem lecionar? O papel do fiscal era apenas verificar se os prazos estavam sendo respeitados, se a escola possuia estrutura adequada e se os professores aplicaram corretamente a prova. O PROFESSOR ERA O APLICADOR, ele deveria saber qual prova entregar, como entregar os gabaritos e quais inoformações deveriam ser transmitidas. Mas nem isso os PROFESSORES tiveram capacidade de fazer, pois mal sabiam ler as instruções.

Anônimo disse...

Gostaria de saber quando vou receber o dinheiro. Fui fiscal nos três turnos e agora quero recebe!

Anônimo disse...

Fico indignado em "ouvir" isso (o que foi escrito no dia 18 de abril), pois qdo é colocado que os PROFESSORES (isso significa que estou incluso) ñ estariam aptos a lecionar. É deprimente!!!(Ou faltou o termo ALGUNS???). No mínimo, foi(é) uma falta de ética profissional e discriminatória, isso se forem professores. Se não forem, no mínimo, teriam que se abster de comentários jocosos.
Se sabem ler e os professores não sabem ou não estão aptos ou não foram capacitados, deveriam estar em sala de aula ensinando-os; e não, criticando de forma tendenciosa o trabalho árduo realizado pelos verdadeiros profissionais de educação.
Se estamos em sala de aula é fruto da competência individual. Ou estão colocando em prova/dúvida o "modus operandi" do Estado do Rio de Janeiro de selecionar ESSES PROFISSIONAIS ???


Bom feriado a todos!
A.F.

Fabiano de Araujo Pinto disse...

Ao "Anônimo" do dia 18/04:
Primeiramente seu texto está cheio de erros e você vem falar dos professores? O professor ainda é a única categoria profissional que pode ajudar, meu amigo, a esse país sair desse estado de calamidade, portanto merece respeito. O professor ainda é a profissão mais confiável segundo pesquisas, juntamente com os bombeiros e médicos. Eu como professor exijo respeito e até peço ao administrador do site para retirar tal comentário vexatório a respeito de nossa categoria.
Abraço a todos,
Professor Fabiano (que não é covarde como o nosso amigo que se identificou como "anônimo".

saile disse...

"BÕNUS PARA PROFESSORES NÃO MELHORAM QUALIDADES DO ENSINO EM SÃO PAULO"
Notas dos estudantes da rede pública estadual em "provão" despencam. (Matéria do Jornal O Globo, dia 23 abril 2011).
"Lançada em 2008 como uma solução inovadora e meritocrática para melhorara qualidade do ensino público, a política de pagamento de bônus salarial para os professores da rede estadual fracassou e levou o governo de São Paulo a repensar suas propostas educacionais. O resultado de 2010 causou constrangimento ao revelar um recuo na habilidade dos estudantes que já estava em patamares baixos. Não há educação de qualidade sem professor motivado e preparado. Nossa prioridade é valorizar o profesor e ganhar o seu compromisso com a qualidade da educação completou o secretário de educação Herman Voorwald."
Eis a simples lição que ainda não foi ensinada ao atual governo,ou será que o cumprimento do currículo mínimo - atirado às nossas mãos - e pronto, tudo o mais virá automaticamente. Por outro lado, jogar a culpa sobre as costas dos professores pela vergonha nacional que passa o atual estágio da educação, ou atribuir o drama aos professores licenciados é esconder-se atrás das péssimas e desorientadas administrações desse governo. Pois, se bem observadas as coisas e analisadas com rigor, se chega a razão oculta, e até hoje jamais mencionada, no discurso do atual secretário, com sua generosidade exibicionista, num monólogo econômico consigo mesmo.

Anônimo disse...

Brasileiro é assim mesmo, nao faz nada e quando alguem faz so sabe criticar!!! kkkk

Anônimo disse...

Galera, sou mais uma 'sofressora' de LP na tentativa de conferir os gabaritos. rs Por acaso, alguém fez o do 2º ano E.M., caderno C 1102????
Quem tiver e puder postar, agradeço muitíssimo!
Valeu!

Anônimo disse...

sou professora de LP das 3 séries do ensino médio e como todos a cada dia fico mais indignada com o que esse governo anda fazendo com a educação e com os educadores. depois vemos na tv a propaganda institucional para "angariar" mais professores. Vocês já viram propaganda para alguém se tornar médico, engenheiro ou advogado? Nunca vi a OAB dizendo "venha ser advogado", mas já vi tal texto para chamar os jovens às forças armadas. É algo a se pensar... A cada dia que passa eu penso mais em mudar de profissão e o principal motivo não é o salário ridículo que eu recebo, mas a falta de respeito com o meu trabalho, que vai desde a sacretaria de educação, passando pela direção e finalmente, refletindo nos alunos. Desanima tentar remar contra a maré. Nossa classe é desunida e subserviente.Nos acostumamos a ser considerados profissionais de terceira classe e criticarmos uns aos outros, nos esquecendo que somo um só. vivemos uma só realidade que mais cedo ou mais tarde afetará a todos. Paternalizar o aluno e as misérias da sociedade só leva a perpetuação dessa horrivel situação. O que pode mudar isso é a auto valorização. É lutarmos juntos pelo respeito, a disciplina e a qualidade do ensino, sem nos deixarmos massacrar pelos meios de coação do estado, que só quer mais analfabetos funcionais nas ruas e um meio de justificar a indignidade a que eles nos submetem.
ana/angra

Anônimo disse...

Atençaõ galera, que por doidera como eu , também foi fiscal: Liguei para o 0800 e não constam as aplicações que fiz como fiscal , ficou por conta da diretora da unidade escolar provar para eles . Muita safadeza né .

Anônimo disse...

BOM DIA! SOMENTE HJ PUDE TER ACESSO A ESSE BLOG QUE EU NAO CONHECIA,SOU AGENTE AUXILAR DE CRECHE E FUI FISCAL DO SAERJINHO. TENHO QUASE CERTEZA QUE O RELATO POSTADO POR NOSSA AMIGA FOI A MEU RESPEITO.TRABALHEI SOZINHA COMO FISCAL,FIQUEI SIMPLESMENTE APAVORADA COM TUDO.ACHO QUE PRA UMA PROVA DE TANTA IMPORTÂNCIA COMO A DO SAERJINHO DEVERIA HAVER REALAMNTE MUITO MAIS PREPARO.TREINAMENTO FOI SÓ ON LINE, TUDO MUITO VAGO.O QUE PUDE PERCEBER FOI A DESORGANIZAÇÃO E O DESPREPARO POR PARTE DA ORGANIZADORA.REALMENTE EU NÃO COLOCO MAIS NA POSIÇAO DE FISCAL DESSA PROVA.PROCURO ESTUDAR SEMPRE,ESTOU FAZENDO CURSO DE FORMAÇAO DE PROFESSOR OFERECIDO PELA PREFEITURA PARA CAPACITAR OS AAC E A ORGANIZAÇÃO E TOTALMENTE DIFERENTE DESSA QUE PUDE PRESENCIAR NO SAERJINHO.UM ABRAÇO A TODOS!

PRECILIA disse...

Quem já recebeu levanta a mão. HI ninguém. Cadê o dinheiro dos fiscais. Onde podemos ter informação. O 0800 somente dá ocupado.

Livia Nogueira - Itaperuna/RJ disse...

Boa noite!
Fui fiscal em uma das escolas de Itaperuna, juntamente com os outros fiscais dei meu sangue pra que corresse tudo bem. Não saiu tudo mil maravilhas como percebo em outras escolas e cidades, por falta de treinamento. Pois o treinamento dos fiscais foi via internet, que muitos nem chegaram a assistir o vídeo.
Pois bem,fiz a minha parte e muito mais que eu podia fazer né, mais e o pagamento dos fiscais hein? Até hoje nada né, alguém sabe me falar alguma coisa?

Anônimo disse...

Pô preciso das contas da Saerj da parte de matemática.oooobbbrrriiigggaadddaaa!!!!!!

Anônimo disse...

AAHHH! Do caderno 1102

Anônimo disse...

Nada de novo...
ontem(21/09), mais uma aplicação do saerjinho, e pelos comentarios que li, percebo que nada foi diferente nesta aplicação ocorreram os problemas de sempre.
Fui fiscal em um colegio, e ao me escrever para tal função recebi a informação, pelo manual do fiscal, que deveria esta no colegio com 30 minutos de antecedencia e pegar todas as informações nescessarias sobre a aplicação do teste. Quando cheguei ao local me deparei com senario totalmente diferente, ninguem sabia de nada, direto não estava presente e deixou como responsável um professor que nada sabia, professores sem informação, alunos sem informação, conclusão caos total, sem duvida nenhum que está avaliação não tem condição de oferecer qualquer parecer correto.

Postar um comentário

- Não temos qualquer vínculo com nenhuma instituição pública ou privada. Este é um espaço pessoal e informal para troca de informações entre pessoas interessadas no setor de Educação.

- Os comentários são liberados aos leitores que por aqui passam, não refletindo, necessariamente, a opinião do responsável pela manutenção do Blog.

- Lembrem-se também que o Blog é aberto ao público. Ao deixar endereço de e-mail, telefone ou qualquer dado pessoal aqui, esses dados poderão ser vistos por qualquer pessoa.Portanto, tenha cuidado com as informações pessoais que deixa em seu comentário.

Blog Widget by LinkWithin

Programas úteis, baixe aqui!

Para ler a maioria dos editais e o Diário Oficial, é necessário ter o programa Adobe Reader instalado (programa leitor dearquivos em PDF), que é o formato em que estão vários documentos. Caso queira baixar o Adobe, que é um programa gratuito, pegue AQUI.

Foram eles que disseram...

O segredo da criatividade é saber como esconder as fontes. Albert Einstein
Não quero que as pessoas sejam muito gentis; pois tal poupa-me o trabalho de gostar muito delas. Jane Austen
"A cada bela impressão que causamos, conquistamos um inimigo. Para ser popular é indispensável ser medíocre" Oscar Wilde

Se sua dúvida não for esclarecida aqui não deixe de enviar a sua própria pergunta, ou mesmo tentar responder a pergunta de algum colega.

Enviar pergunta

Blogosfera


TopOfBlogs

  ©Atualize-se sempre em Raquelrfc.com.

TOPO