27/09/2008

Violência nas escolas.

No Estado do Rio de Janeiro, e pelo que é visto no noticiário, em várias partes do Brasil, pode-se perceber o caos e a inversão de valores que estão ocorrendo em sala de aula. Não é raro o jornal noticiar casos de violência contra professores.

Não vejo isso como uma falência das instituições educainonais em particular. A falência parece ser de toda a sociedade. A família não consegue mais orientar seus filhos porque ela mesma já não se enquadra mais nos antigos modelos, e ainda não há modelo novo que tenha dado certo. Em prol da liberdade e da não invasão de privacidade, os pais não sabem mais onde e nem com quem seus filhos estão andando. Respeito não é mais prioridade na educação primaria que é dada pela família. Filhos são ensinados a serem "espertos", a não respeitar ninguém, pois aceitar qualquer tipo de autoridade é considerado como fraqueza em nossa sociedade de valores invertidos.

Os alunos já vão para a escola com a "missão" de desafiar qualquer hierarquia, ou qualquer ordem estabelecida. Obviamente existem exceções, e essas encontram dificuldades em se enturmar e socializar no meio onde o "normal" é ser hostil.

Não sei qual a solução para isso, mas sei qual a atitude que não dá certo;
"passar a mão na cabeça", como pregam os pedagogos de gabinete, ou a política da "aprovação automática", não funciona.

Teremos em alguns anos, pessoas portadoras do diploma do Esino Médio analfabetos, pois já temos casos de professores que são pressionados, não só pelos alunos agressivos, como pela própria direção da escola,a aprovar o aluno, tenha ele aprendio a matéria ou não.

Se não há nenhuma atitude que possa ser tomada pelo poder público, essa violência, tanto nas escolas, como na sociedade como um todo, só tende a aumentar.

Comente! Deixe sua opinião sobre o assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Não temos qualquer vínculo com nenhuma instituição pública ou privada. Este é um espaço pessoal e informal para troca de informações entre pessoas interessadas no setor de Educação.

Os comentários são moderados e serão publicados em pouco tempo.

- Os comentários são liberados aos leitores que por aqui passam, não refletindo, necessariamente, a opinião do responsável pela manutenção do Blog.

Hora extra para professores

Professores que querem fazer hora extra podem se informar aqui. Na rede pública de ensino, para cada estado e cada município há uma nomenc...