30/09/2011

Ceará: professores entram em confronto com policiais na Assembleia Legislativa - Greve continua.

As cenas de truculência puderam ser assistidas nos telejornais do dia 29/09/2011 e estão estampadas nos jornais de hoje. Policiais espancando professores na Assembleia Legislativa.

As imagens de policiais da Tropa de Choque que impediam os professores de assistir à votação do projeto que dá aumento a uma parte mínima da categoria, estão em todo o noticíário.

Desde quarta-feira  - 28 de setembro -  os docentes acamparam na Assembleia. Os professores do Ceará  não concordam com a proposta  do governo do Ceará de reajuste para o o salário de uma parte dos professores, mas não contempla todos os níveis da carreira.

Dos 35 mil professores ativos e inativos da rede estadual, apenas um grupo de cerca de 130 docentes foi contemplado com o reajuste. São  professores de nível médio e passarão a receber o piso nacional do magistério de R$ 1.187,00 A categoria tentou impedir que a matéria fosse aprovada pelos deputados, mas, dos 46 parlamentares, somente quatro votaram contra.
Aproximadamente 35 mil educadores que compõem a rede estadual, entre ativos e inativos não tiveram reajuste.
A classe, em greve há 56 dias, tentou impedir a votação da matéria pela Assembleia Legislativa nesta quinta-feira - 29/00,  com a realização de um protesto , que resultou no confronto com a polícia na Assembleia Legislativa. Eles reivindicam que a carreira seja contemplada em todos os níveis e vão manter a paralisação.

A greve dos professores do Ceará continua.

Um comentário:

- Não temos qualquer vínculo com nenhuma instituição pública ou privada. Este é um espaço pessoal e informal para troca de informações entre pessoas interessadas no setor de Educação.

Os comentários são moderados e serão publicados em pouco tempo.

- Os comentários são liberados aos leitores que por aqui passam, não refletindo, necessariamente, a opinião do responsável pela manutenção do Blog.

Hora extra para professores

Professores que querem fazer hora extra podem se informar aqui. Na rede pública de ensino, para cada estado e cada município há uma nomenc...